O Espaço Criança é o cantinho NaturDescoberta dedicado a todas as crianças.

Neste cantinho existem vários dossiers: *Notícias do Mundo; *Mundo Animal; *Mundo das Plantas; *Truques do Am; *Aventuras da Na; *NaturCalendário; *Desafios e passatempos divertidos, para te ajudar a descobrir a importância de preservar o Planeta Terra.

Sê amigo da Natureza e do Ambiente, vem daí... e diverte-te connosco!

Vamos salvar o Planeta Terra!
........................................................................................................ Na(tureza) & Am(biente)

2011 - Ano Internacional das Florestas

Para ficarmos a conhecer as principais espécies florestais portuguesas, todos os meses vamos falar de uma espécie diferente...

ESPÉCIE DO MÊS:
* Sobreiro (Jan.11)
* Pinheiro-bravo (Fev.11)
* Eucalipto (Mar.11)

Pinheiro bravo

Nome comum: pinheiro bravo
Nome científico: Pinus pinaster
Género: Pinus (pinheiros – pinus spp)
Família: Pináceas
Mata de pinheiros: Pinhal
Utilidades: Extracção de resina e de madeira




O pinheiro bravo é uma árvore originária da região da Europa e Mediterrâneo, sendo a espécie florestal mais abundantes em Portugal. Encontra-se em quase todas as regiões do país, mas as maiores manchas desta espécie situam-se no litoral atlântico. O pinheiro bravo é uma árvore pouco exigente que se dá melhor em terrenos arenosos da faixa costeira, principalmente a norte do Tejo, onde encontra as condições ideais de humidade e influência atlântica - zonas com precipitação média anual superior a 800 mm, com pelo menos 100 mm no período estival. A uma mata de pinheiros chamamos um pinhal.

O pinheiro bravo pode ser uma planta espontânea ou cultivada. É uma árvore de grande porte, podendo atingir 30 a 40 m de altura e a sua copa, nas árvores jovens é piramidal, e nas adultas é arredondada. O tronco tem uma ramificação verticilada (3 ou mais ramos a partir do mesmo nó, como os raios de uma roda), densa, os ramos quando jovens são muito espaçados e amplos; está coberto por uma casca espessa, rugosa, de cor castanho-avermelhada e profundamente fendida. É uma árvore de folha persistente, em forma de agulhas agrupadas aos pares, com 10 a 25 centímetros de comprimento.

É uma espécie florestal de grande interesse económico porque proporciona uma grande produção de madeira (clara, avermelhada ou castanho-avermelhado, com abundantes nós é durável, pesada e pouco flexível) utilizada em mobiliário, postes, cofragem, caixotaria, aglomerados, carpintaria, construção naval, combustível e celulose; e extracção de resina, usada na indústria de tintas, vernizes e aguarrás. A casca do tronco é rica em tanino, é usada no curtimento de peles. Em termos ecológicos tem também uma importância muito grande: protege contra o vento, e devido ao seu enraizamento profundo funciona como fixador de dunas, além de permitir a recuperação de solos pobres e erosionados.

Sem comentários:

Enviar um comentário