O Espaço Criança é o cantinho NaturDescoberta dedicado a todas as crianças.

Neste cantinho existem vários dossiers: *Notícias do Mundo; *Mundo Animal; *Mundo das Plantas; *Truques do Am; *Aventuras da Na; *NaturCalendário; *Desafios e passatempos divertidos, para te ajudar a descobrir a importância de preservar o Planeta Terra.

Sê amigo da Natureza e do Ambiente, vem daí... e diverte-te connosco!

Vamos salvar o Planeta Terra!
........................................................................................................ Na(tureza) & Am(biente)

2011 - Ano Internacional das Florestas

Para ficarmos a conhecer as principais espécies florestais portuguesas, todos os meses vamos falar de uma espécie diferente...

ESPÉCIE DO MÊS:
* Sobreiro (Jan.11)
* Pinheiro-bravo (Fev.11)
* Eucalipto (Mar.11)

Eucalipto

Nome comum: eucalipto
Nome científico: Eucaliptus globulus
Género: Eucaliptus
Família: Mirtáceas
Mata de eucaliptos: Eucaliptal
Utilidades: aproveitamento da sua madeira, indústria da pasta de celulose e exploração das propriedades medicinais

Existem em todo o mundo cerca de 600 espécies diferentes de eucalipto. A espécie que predomina em Portugal é originária da Tasmânia e Austrália, foi introduzido em Portugal em meados do século XIX e é actualmente a terceira das espécies florestais dominantes, ocupando a sexta parte da área total da floresta portuguesa. Prefere regiões litorais e de baixa altitude - inferior a 700 m. Prefere climas temperados húmidos. Suporta mal o ensombramento. Tolera bem todos os tipos de solos, com excepção aos calcários. Resiste bem ao encharcamento e mal ao vento.

O eucalipto propaga-se por semente e por estaca, em estufa; quando se corta um eucalipto, volta a rebentar por toiça nascendo cerca de três a quatro varas. É uma árvore de grande porte, com uma altura que pode atingir os 70 ou 80 metros em árvores adultas velhas. Devido às condições ecológicas excepcionais que esta espécie pode encontrar entre nós, existem muitos exemplares de grande porte, os maiores dos quais ultrapassam os 10 metros de perímetro à altura do peito. O eucalipto, é flexível e maleável, o tronco é alto e recto se a árvore estiver inserida num povoamento florestal. A casca é lisa, cinzenta ou castanha. É uma árvore de folha persistente, cuja forma e aspecto variam conforme a árvore está numa fase de crescimento juvenil ou adulta; as folhas juvenis são de ovais a arredondadas e, ocasionalmente, sem pecíolo, com cor glauca e inserção, no ramo, oposta; as folhas adultas são alternadas, longas e lanceoladas, tendo um pecíolo comprido e cor verde brilhante. Tal como outras mirtáceas, as folhas de eucalipto estão cobertas de glândulas que segregam óleo.

Algumas espécies de eucaliptos foram exportadas para outros continentes onde têm ganho uma importância económica relevante, devido ao facto de crescerem rapidamente e serem muito utilizadas para produzir pasta de celulose, usada no fabrico de papel, carvão vegetal e madeira. A madeira de eucalipto caracteriza-se pela sua alta densidade e durabilidade, assim como pelas suas propriedades mecânicas e resistência ao impacto. A sua tonalidade natural, clara, permite uma grande amplitude de acabamentos permitindo adequar a tonalidade final à decoração pretendida. Uma das primeiras aplicações da madeira de eucalipto foi as travessas de caminho-de-ferro; posteriormente, a madeira de eucalipto foi utilizada para os mais diversos fins, desde as estruturas dos telhados, na tanoaria, nos pavimentos, na carpintaria e mais recentemente no mobiliário. A importância do eucalipto em Portugal está ainda associada ao desenvolvimento da indústria de Pasta de Celulose, que é uma das fontes de produção de riqueza do nosso país. O eucalipto, apresenta propriedades medicinais antipiréticas, antitússicas, anestésicas, antissépticas e desinfectantes, sendo considerado um medicamento natural com imensas vantagens e muito poucos prejuízos comparados com os medicamentos químicos.

Sem comentários:

Enviar um comentário